Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Sul e Regiões Autónomas

Os trabalhadores não-docentes das Escola Secundária Dr. Jorge Augusto Correia e Escola Básica D. Paio Peres Correia, pertencentes ao Agrupamento de Escolas Dr. Jorge Augusto Correia e da Escola Básica D. Manuel I, escola sede do Agrupamento de Escolas D. Manuel I, decidiram marcar uma semana de luta devido à falta de pessoal não-docente.

Esta é uma situação que atinge a esmagadora maioria das escolas da rede pública de ensino dos 1º, 2º e 3º ciclo (se não todas) e, na prática, traduz-se numa enorme sobrecarga de trabalho para os trabalhadores em funções, pondo em risco a saúde (física e mental) dos mesmos, bem como o bom funcionamento das escolas nas suas diversas vertentes.

A exemplo do que tem acontecido noutros pontos do país, os trabalhadores não-docentes das referidas escolas decidiram lutar pelo alargamento do mapa de pessoal das mesmas, com vista ao reforço do número de Assistentes Operacionais e Assistentes Técnicos.

Assim, de 7 a 11 de Novembro, estes trabalhadores estarão em greve todos os dias das 07:30 às 10:00 horas.

Share