Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Sul e Regiões Autónomas

Dirigentes e delegados sindicais, representativos dos trabalhadores da Saúde, protestarem no interior do Ministério da Saúde, para exigirem do Ministro da Saúde, a marcação de uma reunião solicitada há mais de dois meses e até hoje não realizada.
Em 21 de Dezembro passado, a Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais, solicitou ao Ministro da Saúde, uma reunião para a análise de um conjunto de reivindicações dos trabalhadores do Ministério e posterior negociação.
Mesmo já com insistência por parte da Federação, o Ministro da Saúde não deu qualquer resposta, o que levou à deslocação ao Ministério para a marcação da reunião.
Entre as reivindicações apresentadas, estão  a redução da duração de trabalho para as 35 horas semanais; a eliminação da precariedade nos contratos; e, a valorização das carreiras profissionais específicas da Saúde.

Share