Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Sul e Regiões Autónomas

O Governo está a discriminar trabalhadores integrados em carreiras subsistentes, na transição para as carreiras de regime geral, pelo facto de haver casos em que tal obriga a um reposicionamento remuneratório dos mesmos, a avaliar pelo que foi transmitido à Federação, no passado dia 17 de Abril, numa reunião com o Chefe de Gabinete do
Secretário de Estado do Turismo e um representante do Instituto de Turismo de Portugal, IP.

(Ver Comunicado)

Share