Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Sul e Regiões Autónomas

Ministro da Cultura não comparece à reunião com o Sindicato e fez-se representar por dois assessores, que não estavam mandatados com poderes de decisão para coisa nenhuma.

Ficou clara a falta de vontade e interesse demonstrados por este Ministro, em negociar o Caderno Reivindicativo dos trabalhadores da Cultura. 

Os trabalhadores da Cultura não estão dispostos a continuar sem respostas e serão decididas novas formas de Luta pelo direito ao trabalho com direitos.

(Ver Comunicado)

Share