Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Sul e Regiões Autónomas

A Caixa Geral de Aposentações (CGA), apesar da reclamação feita pela Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública em que se pedia o recálculo de todas as pensões de aposentação pedidas a partir de 31.12.2010, teima em não fazer as devidas correcções.

Assim, face à atitude intransigente da CGA que penaliza aqueles trabalhadores, a Frente Comum fez chegar novamente dois ofícios ao Sr. Director Central da CGA, solicitando as devidas correcções: o primeiro sobre os pedidos de aposentação de 2012 e considerados pela CGA como de 2013 (ver aqui); o segundo sobre a taxa de formação anual da pensão utilizada no cálculo do P2 (ver aqui).

Foi, ainda, elaborada uma queixa ao Provedor de Justiça (ver aqui) , no tocante ao tempo de serviço prestado até 31.12.2005 (P1), e, também, a parcela correspondente ao tempo de serviço prestado após essa data (P2).

Share