Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Sul e Regiões Autónomas

Do resultado da reunião com o CARI:

  • mantêm-se inalterados os salários: o argumento é que o Orçamento de Estado proíbe as valorizações.

justifica-se que os Guardas Florestais demonstrem - na rua - a sua indignação, numa acção de luta em dia, hora e local a divulgar oportunamente.

Desde dez/2015 -, que a Ministra não tem espaço na agenda para reunir com os Sindicatos, para discutir as situações que ficaram por resolver na aprovação do novo estatuto:

  • atribuição dos suplementos​;​
  • admissão de novos efectivos para a carreira.

 

(Ver comunicado)

Share